Quéchua RaidTrail se desfazendo

Quando comprei a mochila de hidratação Quéchua RaidTrail 12L, o intuito era achar um equipamento prático, confortável e funcional. Não me adaptei à Salomon, que detonou as minhas costas, e nem a uma Kalenji, que feriu os peitos (e era pequena demais).

Quando testei a Quéchua por indicação de um amigo, encontrei tudo o que precisava: ela era leve, grande o bastante para ultras, colada ao corpo e ainda por cima barata. De repente, ela virou parte do meu corpo sempre que saía para ruas ou trilhas – e a adaptação foi perfeita.

O único problema é que, aparentemente (e infelizmente), sempre há algum motivo para algo ser barato.

Na prova que fiz em Campinas, um dos ganchos da bolsa de água se rompeu. Tudo bem: entendi como culpa minha que, sem fazer uma manutenção adequada, pendurava a mochila na parede sem tirar a água após os treinos, forçando o peso. Até aí, sem problemas: afinal, há uma espécie de gancho reserva que passei a utilizar e que resolveu o problema.

20140729-083437-30877160.jpg

Hoje, no entanto, notei que um outro gancho na frente, onde passa uma alça responsável por ajustar a mochila ao corpo, está se desfazendo. Pelo olho, aliás, não dura mais um mês.

20140729-083552-30952173.jpg

Nova “gambiarra” à vista: usar outra parte da mochila para prender a alça. O problema é que isso já começa a comprometer o conforto e a usabilidade de um equipamento que, afinal, foi feito para ser prático.

O que fazer? Ainda não sei.

Talvez comprar outra igual, de reserva, até essa se desfazer de verdade, para não precisar passar por uma nova curva de adaptação já tão perto da minha prova alvo.

Ou talvez já testar alguma nais resistente, entendendo que se trata de um caso onde o “batato saiu caro”.

Ainda preciso de algum tempinho para me decidir – mas a frustração está bem chata por um equipamento que está se desfazendo em menos de 60 dias.

Anúncios

7 comentários sobre “Quéchua RaidTrail se desfazendo

  1. Ricardo e a saga da mochila! hahaha
    Tenho uma mochila Deuter de 3 litros (que não uso, pois não me adaptei) e uma Salomon Advanced Skin 12, que fiz todos os treinos e os 84k da Indomit Costa Esmeralda, e não tenho o que reclamar da mochila, acho ela excepcional. Ela é como um colete, parece parte do corpo, com vários compartimentos para guardar coisas, além de ter 2 reservatórios de 500ml de água na parte da frente, onde posso colocar tipos diferentes tipo de líquidos. O preço é um pouco salgado, mas com mais de 6 meses de uso e cerca de 1.500km rodados, o único desgaste que ela teve, foram furinhos que surgiram nos 2 reservatórios de água de 500ml, mas coloquei um pedacinho de silver tape e problema resolvido. Acho que vale o investimento! Dizem tb que as mochilas da ULTIMATE DIRECTION são ótimas, mas nunca testei, quem sabe até final do ano role.
    Bons treinos Ricardo!

  2. Hehehehe
    Eu uso e indiquei pra ti a de 10L, Outros materiais, outra mochila da mesma marca. Quando vi que você comprou a 12L pensei, se deu mal, rss. A minha, que é bem diferente da sua mas ainda fica abaixo dos 200R$ está como nova com mais de 200km rodados em trilhas. Não deixo água no reservatório, mas não sei se isso seria mesmo um problema já que corro com ele cheio e pesado, o que teoricamente já forçaria ainda mais. A mochila que eu uso continua me fazendo acreditar que nem sempre preço alto é sinônimo de qualidade e vice-versa.

    • Antes da Quechua, Josa, eu tinha comprado uma da Salomon que me custou uma fortuna (e foi péssima)! Concordo que preço e qualidade nem sempre são sinônimos mesmo. Pelo menos a de 12L não foi tão cara!

      Deixa eu te fazer uma pergunta: qual a maior distância q vc percorreu com a de 10L? Fez alguma ultra com ela, segura bem?

      • Longo de 30k foi a maior distância contínua saindo com 2 litros de água que nem chegaria a beber, mas que gostaria de testar com peso, também levei mais roupas, barras de cereais, géis e celular. Não tenho experiências com ultras (e acho que nunca terei, rss). Não tenho experiências em distâncias muito maiores que 30K contínuos usando mochilas, mas o fato é que ela se comportou bem no meu corpo e depois de 200km não contínuos enfrentando sol e chuva ela está como nova. Certamente que marcas como Salomon vão oferecer produtos melhores. Se fosse muito purista e tivesse grana sobrando certamente teria mais de uma mochila para tipos de provas e distâncias diferentes, algumas Salomon estariam entre as minhas escolhas para o arsenal. É mais ou menos como usar um tênis como o GoBionicTrail para treinar no asfalto, fica esquisito esquisito e gasta mais rápido.
        Para resumir, acho a 12L meio fraquinha mesmo, mas se tivesse grana sobrando iria de algum modelo tipo colete da Salomon ao invés da 10L Quechua. Se tivesse mais grana sobrando ainda, teria pelo menos 2 modelos delas :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s