Plano Estrada Real: Definindo a data

Hora de voltar ao Plano Estrada Real!

De todas as decisões, a mais difícil já foi tomada: o percurso. Serão 88km entre Santa Bárbara e Ouro Preto, preferencialmente com largada bem cedo e chegado ao cair da noite.

Tenho dois parâmetros para uma distância dessa: Comrades, com 89km, que fiz em pouco menos de 11 horas, e a Douro UltraTrail (DUT), de 80km, que fiz em pouco mais de 16 horas. E há uma diferença fundamental entre essas duas referências: por ser feita em asfalto, Comrades permite uma velocidade maior e, consequentemente, uma chegada ainda sob a luz do dia.

A DUT foi feita quase que inteiramente em montanhas, com um ganho altimétrico de 4,5 mil metros. Saí antes do sol nascer e cheguei bem depois dele se por.

Como não estarei em uma prova organizada, com fitas de marcação de percurso estabelecidas etc., chegar ainda com alguma luz do dia é importante. Estou considerando essa nova ultra com uma dificuldade intermediária entre as minhas duas referências – o que deve representar algo como 13 ou 14 horas de corrida.

Isso significa que, se sair às 5 da manhã, chegarei às 7 da noite. Não dá para dizer que contarei com a claridade absoluta – mas será o suficiente para me guiar em segurança até a “linha de chegada”.

Esse é o primeiro elemento importante na decisão da data de partida: quanto mais próxima do verão, mais tempo poderei contar com a luz do sol. Em tese, isso deixaria os meses de janeiro e fevereiro como ideais.

No entanto, fiz um levantamento climatológico e cheguei às tabelas abaixo:

Screen Shot 2014-11-05 at 4.37.42 PM

Os meses de novembro a março são os mais úmidos na região, com um acumulado que varia de 200mm a 320mm de chuva. E, considerando o nível da seca em que estamos agora aqui no sudeste, tudo indica que a chuva virá com fé.

Há um outro elemento nessa tabela acima que fica mais claro aqui:

Screen Shot 2014-11-05 at 4.37.58 PM

Apesar do calor não ser tão forte na região, ela começa a cair mesmo no mês de abril (variando entre 13,4 e 24 graus). Março é um pouco mais quente – mas a mínima de maio despenca para a casa dos 10 graus. Veja a flutuação aqui:

Screen Shot 2014-11-05 at 4.37.51 PM

Apenas para contextualizar, a situação ideal de uma ultra assim é:

  • Temperaturas mais amenas, suportáveis
  • Período com dias maiores do que noites
  • Clima mais seco, com uma probabilidade menor de chuvas

O período ideal, portanto, fica entre o meio de março e o meio de maio. Simples assim.

Mas falta uma outra coisa na análise: um feriado. Sim, porque abandonar o trabalho para correr no meio de Minas não é exatamente uma coisa simples!

Pelo calendário, no entanto, há um feriado que cai no começo de abril – e que pode ser PERFEITO: a sexta-feira santa, no dia 3 de abril. Não é exatamente o meio do mês, mas com certeza dá para o gasto.

Aliás, é até melhor do que a encomenda: as cidades da região costumam ficar incríveis nessa época por conta das celebrações religiosas mais tradicionais.

Resumo da ópera: data definida.

O Plano Estrada Real será executado no sábado, 4 de abril de 2015.

Dia 3 será destinado à organização local; dia 4, ao retorno para Sampa.

Perfeito.

Atualização de 13/11/2014: Percurso e informações gerais estão já plenamente organizados em uma página única: www.rumoastrilhas.com/ultraestradareal . Para saber mais e se inscrever, clique aqui.

Anúncios

4 comentários sobre “Plano Estrada Real: Definindo a data

    • Ainda não tenho ideia Dionísio. Dificilmente terei um carro ou uma bike me acompanhando, mas isso não significa que não possa organizar “postos de apoio extraoficiais” nos povoados do caminho. Alguns amigos se mostraram dispostos a enfrentar essa ultra comigo – e certamente um número maior de pessoas ajudará. Topa vir junto?

      • Ricardo,

        O convite é tentador, mas até o início do ano de 2015, o calendário tá apertado, em primeiro plano a insanidade de correr os 21 Km da Golden 4 Asics Brasília (domingo), depois a Maratona de Curitiba (no outro domingo) e na segunda quinzena do mês de janeiro de 2015, a BR 135 + 175 Miles, entre as cidades de São João da Boa Vista e Campos do Jordão, onde estarei me divertindo com outros três amigos, cortando a Serra da Mantiqueira pelo caminho da fé (quarteto).

        Resguardada as proporções históricas, a prova organizada pelo Comandante Mário Lacerda, além de somar pontos “Bad Water” e “North Face Ultra Trail Du Mont-Blanc” (categoria solo), assemelha-se ao que você planeja fazer na “Estrada Real”.

        Confira as informações no site, quem sabe em 2016? – http://www.brazil135.com.br/index.php

        Forte abraço e sucesso na empreitada!!!

        Dionísio Silvestre
        http://correrpurapaixao.blogspot.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s