Checkpoint: Hora de desacelerar

Depois do treino doloroso de ontem, em que 20K pareceram uma ultra à parte, ficou claro que um descanso maior era necessário. 

Hoje, portanto, nada de saída: a semana ficou fechada em 45K, com direito a dois dias sequenciais de descanso antes de uma outra semana leve. A próxima, no entanto, seguirá a mesma receita que usei para a última Comrades: será um pouco mais intensa, embora ainda leve. A ideia é fazer uma espécie de tapering inverso, com uma queda brusca seguida de um aumento gradual até o Cruce. 

Sem muito segredo, portanto. Repetirei algo que já deu certo, mesmo porque o último mês deixou bem claro que o preparo em si já existe. 

Como disse ontem, agora é tudo sobre autocontrole e preservação. 

   

   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s