Checkpoint atrasado

Como a ultra foi no domingo e ontem, segunda, acabei publicando o meu relato da prova, o checkpoint da semana vai com algum atraso. 

Mas vai “feliz”, para dizer o mínimo. 

Primeiro, porque semana passada teve ultra – e só isso já vale toda uma montanha de sorrisos. 

Segundo, porque corri bem o tempo todo, tranquilo, com uma fluidez totalmente diferente da prova que fiz na Serra do Mar, em janeiro. 

E, terceiro, porque consolidei algumas semanas em plena “estabilidade evolutiva”, crescendo na volumetria de maneira ponderada e constante. 

Essa semana será, claro, mais calma, dando descanso ao corpo. Mas trará um bônus: na quinta irei a Paraty para a FLIP e, lá, com certeza me embrenharei por aquelas trilhas fenomenais da região. Mal posso esperar!