Devia ter me ouvido

Devia ter prestado atenção a mim mesmo quando, no soar do despertador, decidi ignorá-lo e me refugiar nas cobertas.

Sim, fiz exatamente isso ainda que sem nenhum motivo físico aparente. Estava inteiro, intacto e apenas com uma rusga passageira de sono.

Algumas horas depois, no entanro, estava calçando o tênis e projetando o percurso dos 40K do dia.

A preguiça era mais que ela mesma: era um aviso.

Ignorado, decidiu se vingar.

Saí por um percurso novo, até: novidades sempre me empolgam. Margeei a trilha do trem na Barra Funda, tomei um rumo da Lapa e subi até a região do City Lapa. Deixei o Rio Tietê para trás e, cruzando a pseudo-península paulistana, desci até a região do Rio Pinheiros.

Entrei no Parque Villa-Lobos, dei uma volta. Estava ali somando pouco mais de 15K, mas as pernas começavam a protestar ferozmente. 

Tudo, tudo começava a doer. Coxas gritavam. Tronco se desfigurava. Tornozelos se bambeavam.

Diminuí o ritmo – corrijo-me: o ritmo me foi diminuído pelo corpo.

Andei um pouco.

Forcei o pace.

Deixe a ideia dos 40K de lado: fui direto para casa. A casa, no entanto, estava a uns 10K de distância. 

Fui me arrastando, xingando a própria ignorância e temendo a sempre sádica planilha que, inevitavelmente, seria ignorada na semana.

O tempo voava e parava simultaneamente: enquanto os relógios na rua denunciavam que eu estava atrasado, o do pulso mostrava que o vergonhoso ritmo que me dominava era quase tão ágil quanto o de um cágado com sono.

Fechei os olhos por um minuto. Respirei. Segui reto.

E reto fui, ignorando paisagens e pessoas, até chegar na porta do meu prédio. 28km somados – 12 a menos que o planejado.

Amanhã tenho – ou teria – mais 20. Impossível.

A recuperação da semana passada foi menos completa do que eu previa. Prejudicou.

Talvez seja bom aproveitar melhor esta para completar o descanso. Ainda há um longo caminho, afinal, até o Grande Sertão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s